Charles Chaplin e a AME Internacional

Queridos irmãos.

Sabemos todos nós, que frequentemente estudamos as obras basilares da Codificação, que temos em Emmanuel, André Luiz, Joanna de Ângelis, Manoel Philomeno de Miranda e outros autores de bom crédito, um importante suporte para que entendamos um pouco mais da fenomenologia, da ciência, da filosofia e da parte moral da Doutrina Espírita.

Então, não precisamos enfatizar e dar as razões por que o “acaso não existe”.

Era o ano de 2011. Em plena atividade nos dias de realização do 3º Congresso Britânico de Medicina e Espiritualidade, que se realizava em Londres, no Rich Mix, perto de Liverpool Street Station, um fato curioso se passou. 

Antes disso, devo relatar que recebi meses antes um e-mail de Oceano Vieira de Melo informando que a Versátil Home Vídeo iria realizar um trabalho, juntamente com um grande jornal de São Paulo, resgatando os filmes de Charles Chaplin. Isso antes do Congresso. Era um projeto interno da Versátil Home Vídeo.

Bem... Chegou o mês de novembro de 2011. Primeiro dia do Congresso Britânico, hall cheio de participantes. Na sala de apoio estavam os 9 palestrantes, médicos britânicos e brasileiros, alguns dando o toque final nos seus slides, outros revisando o material em inglês com Silvia Gibbons, outros trocando ideias. Nessa sala, a mesa posta com café, chás e quitutes, organizada pela equipe da BUSS, era coordenada por Elizabeth Stevenson, a batuta da orquestra de fraternidade reinante no ambiente. Um ou outro, de olhos fechados, em prece. Assim, o ambiente propiciava o que viria acontecer em seguida.

Os médicos da AME Internacional formam uma família muito linda e unida. Em dado momento, Dra. Marlene Nobre para, e tem os olhos voltados para uma direção. Via-se em seu rosto uma expressão de indagação, misturada com um sorriso silencioso. Aguardamos que voltasse o rosto para nós. Ela então relata, imersa em alegria: sua visão psíquica captara a presença alegre de Charles Chaplin.

Ela ficou surpresa por vê-lo em um evento da ciência espírita. Ficamos todos felizes pela presença e endereçamos a ele uma prece com nossa gratidão por ter vindo nos prestigiar.

Prosseguiu a programação, tudo transcorreu em clima de aprendizado, nesta ciência universal que é a ciência espírita.

Passados 3 anos, estávamos em plena atividade num Seminário de Preparação de dirigentes e trabalhadores das reuniões mediúnicas espíritas do Reino Unido, como vem acontecendo todos os anos pela AME Internacional, tendo à frente a Dra. Marlene Nobre. Era outubro.

Pretendemos realizar esse evento sempre que possível, pois uma das metas da BUSS é priorizar a formação e a reciclagem do trabalhador espírita para melhorar a qualidade de serviço, como sempre incentivou nosso Nestor Masotti.

Ao final da primeira parte do Seminário, Dra. Marlene relatou a alguns dos dirigentes de grupos próximos dela algo que nos deixou a todos felizes. Disse-nos que, pouco depois de iniciar-se o Seminário, às 7 horas da noite de 22 de outubro, adentrou o recinto Charles Chaplin, fazendo suas piruetas e brincando, e isso lhe chamou a atenção psíquica. Em seguida, atrás de Charles Chaplin, seguindo-o, adentraram centenas de Espíritos que desencarnaram em situação de pobreza espiritual, pela bebida, drogas etc., e seus estados eram calamitosos. Chaplin, com sua alegria, conseguiu atraí-los ao ambiente luminoso de paz e saúde espiritual e, em seguida, os tarefeiros espirituais compromissados com a caridade os enlaçavam em luzes, resgatando grande quantidade de Espíritos em iguais condições, a fim de serem levados para receber tratamento e o de que necessitavam.

Disse-nos Dra. Marlene: “Esses Espíritos, dada a vibração deles, não conseguiriam ser atraídos pelos Mentores, apesar de receberem o auxílio para o despertamento. Com a ajuda amorosa de Chaplin, puderam ser atraídos pelas piruetas, brincadeiras e, estando uma vez no recinto, puderam receber o auxílio e serem resgatados”.

Agora sim, Dra. Marlene mais claramente pôde nos explicar a ligação da arte com a ciência e como em muitos casos podem trabalhar juntas, uma ajudando à outra. Confesso que fiquei tão feliz e me lembrei dos momentos da conversa com Oceano, sem que ninguém soubesse do projeto comercial da DVD Versátil, que apenas estava se iniciando, e do qual eu mesma me havia esquecido com o passar do tempo. Mas agora faço toda uma ligação, pois nada é por acaso.

Gratos somos a esse britânico que na sua última encarnação recebeu o nome de Charles Spencer Chaplin, mais conhecido como Charlie Chaplin, nascido em Londres em 16 de abril de 1889 e vindo a desencarnar em 25 de dezembro de 1977, depois de ser condecorado, ainda em vida, como Cavalheiro do Império Britânico, entre outras muitas condecorações aqui e na França.

Para dar mais brilho a esta crônica , em homenagem ao nosso Charles, copiei aqui o que nos diz a Wikipedia:

“Em 2008, em uma resenha do livro Chaplin, A Life, Martin Sieff escreve: Chaplin não foi apenas 'grande', ele foi gigantesco. Em 1915, ele estourou um mundo dilacerado pela guerra trazendo o dom da comédia, risos e alívio enquanto ele próprio estava se dividindo ao meio pela Primeira Guerra Mundial. Durante os próximos 25 anos, através da Grande Depressão e da ascensão de Hitler, ele permaneceu no emprego. Ele foi maior do que qualquer um. É duvidoso que algum outro indivíduo tenha dado mais entretenimento, prazer e alívio para tantos seres humanos quando eles mais precisavam." (Grifo meu)

Creio que com essas informações do livro A Life, podemos entender por que ele continua trabalhando junto aos caídos de condições espirituais ainda em pesarosa situação. Parte de sua atuação e sua fala no filme O Grande Ditador (legendado) podem ser vistas na internet.

E assim, somando às nossas boas iniciativas, vamos abrindo espaços para eventos de luz que ajudem e que, também, usando o mesmo espaço, possamos nós, encarnados e desencarnados, trabalhar de mãos dadas, como irmãos de todas as terras aqui e além-mar, nos dois planos da vida.

Elsa Rossi (escritora e palestrante espírita brasileira radicada em Londres, é membro da Comissão Executiva do Conselho Espírita Internacional-CEI).

Fonte:http://www.forumespirita.net/fe/accao-do-dia/charles-chaplin-e-a-ame-internacional/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+forumespirita+%28Forum+Espirita+email+news+100+topicos%29#.VMWZry4qrcs






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos a sua participação!